A Duquesa Feia

Muitos acreditavam que esta enigmática pintura, mais conhecida como ”A Duquesa Feia”, retratando uma mulher desfigurada, tratava-se de uma sátira ao bizarro e grotesco, criada pelo pintor flamengo Quentin Matsys. No entanto, a história provou ser muito mais do que isto.

Foi revelado, que a senhora na pintura de Matsys, uma das mais populares da galeria nacional onde fica exposta, na realidade sofria de uma rara doença óssea. Descobriram que ela foi vítima de um estágio avançado da doença de Paget, que aumenta e deforma a estrutura óssea.

No caso dela, a doença ampliou seus ossos da mandíbula, estendeu o lábio superior e empurrou o nariz. A doença parece também ter afetado suas mãos, órbitas oculares, testa e queixo.

Michael Baum, professor emérito de cirurgia do University College de Londres, que juntamente com seu aluno, Christopher Cook, investigou o retrato, disse:

“Esta mulher deve ter sido muito, muito infeliz. Eu sempre fiquei intrigado com esta pintura. É fascinante, pois… foi tão meticulosa e amorosamente pintada. Isto te leva a pensar: Por que alguém iria ter tantos problemas para pintar uma imagem tão grotesca? Eu sempre suspeitei que houvesse algo mais do que apenas um estudo do grotesco.”

Há muito tempo acreditou-se que a pintura de Matsys, datada de 1513, ”era uma cópia de um trabalho de 1490, realizado por Leonardo Da Vinci”. Especialistas notaram como ela é similar a dois desenhos leonardescos, levando a refletir que deveria tratar-se de um original perdido deste pintor. Porém, a pesquisa realizada pela National Gallery, sugere o oposto. Susan Foister, curadora da exposição Renaissance Faces, disse:

“Agora podemos dizer com confiança, que Leonardo – ou pelo menos um de seus seguidores – copiou esta maravilhosa pintura de Mastys e não o contrário. Esta é uma descoberta muito emocionante”.

A curadora disse que a galeria havia descoberto que Matsys havia feito alterações na tela, à medida que avançava com seu trabalho, o que sugere que o pintor estivesse fazendo um estudo de perto.

Ela acrescentou: “Sempre acreditam que este artista norte-europeu menos conhecido, deveria ter copiado Leonardo, fazendo com que muitos não pensassem diferente.”, ela segue dizendo, que ambos os artistas estavam interessados na estética conceitual do ”feio” e trocavam desenhos, mas o crédito deste magistral trabalho, é de Matsys.

Outra curiosa informação, é que este retrato, inspirou uma ilustração para a obra: ”Alice no País das Maravilhas de Lewis Carroll”.

FONTES:
Telegraph: AQUI.

Alice_par_John_Tenniel_21

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s