Mary Tudor Brandon ou Isabel de Castela?

elas.
A catalogação de retratos Tudor, sempre foi bastante dúbia. Não é incomum leitores descobrirem diversas teorias sobre questionamentos de identidades em retratos famosos. Dentro desta lista de incertezas, encontramos retratos de Catarina de Aragão, Ana Bolena, Jane Seymour, Catarina Parr, Jane Grey e principalmente Maria Tudor, Rainha da França. O famoso retrato que vemos acima, identificado faz tempo como “Maria Tudor, Duquesa de Suffolk”, atualmente passa por um questionamento de identidade. Tempos atrás, alguns experts espanhóis, apontaram a possibilidade da mulher retratada em questão, não ser a princesa inglesa filha de Henrique VII e sim, a Rainha da Espanha, Isabel I de Castela. É especulado que esta seja uma cópia há muito perdida.

A moeda também vista acima, na qual retrata a monarca espanhola, gerou especulações em torno de pesquisadores. O colar, tanto no retrato quanto na moeda, são iguais. A questão é simples: Por que a princesa da Inglaterra, duquesa de Suffolk – e um dia a Rainha da França (país altamente inimigo da Espanha Trastámara) – iria estar utilizando um colar pertencente à família real espanhola? O colar em questão, aparenta ter sido uma jóia de extremo significado, uma vez que a rainha de Castela, Isabel, o estava utilizando.

colares
Notem a semelhança em todos os detalhes do colar.

Outra questão importante, é que não há nenhuma indicação oficial de que trate-se de Maria Tudor no retrato, então a jóia em questão, pode alterar significativamente sua identidade.

Embora as duas imagens sejam de natureza diferente (pintura x moeda), ainda assim podemos afirmar que o colar retratado é o mesmo e além disto, não pertence ao estilo Tudor.

tumblr_inline_nv3dq010VD1s2x0cf_540
Túmulo de Joana de Castela.

O cabelo, penteado e adereços de Isabel na moeda, também permanecem os mesmos da pintura. Além do fato que, só porque alguém o identificou como Maria Tudor há séculos atrás, não significa que esteja correto. Também precisamos lembrar, que Isabel não nasceu já como uma mulher mais velha e poderosa, ela também foi jovem e muito bela, possuindo todos os ideais de beleza da Europa moderna. O retrato pode ter sido feito após a sua morte e idealizado pelo pintor.

Mais um ponto importante, é que há a mesma jóia, ou pelo menos uma cópia em mesmo estilo do colar visto em ambas as imagens, esculpido na sepultura de Joana I de Castela, filha de Isabel I de Castela. Logo, isto me leva a conclusão de que o colar representa o poder da família real espanhola. Duas rainhas reinantes de Castela aparecem usando-0, em dois fortes símbolos de poder: uma moeda real e uma sepultura. É simplesmente esquisito uma rainha francesa usar um colar da casa real de Trastámara.

Captura de Tela 2015-12-05 às 04.22.11
Detalhe do colar na sepultura do túmulo de Joana. Notem o estilo característico Trastámara.

E vocês, o que acham?

Por Magdalena Januszco.

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. O feixe de flechas é um dos símbolos da união dos reinos de Castela e Aragão. Esse símbolo aparece no escudo dos Reis Católicos. E aparece tanto na pintura, quanto na moeda referidas acima.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s