Ana Bolena Assistiu à execução de seu irmão (George Bolena)?

Captura de Tela 2015-07-20 às 04.23.13A queda de Ana Bolena foi alta e fatal e mostraria-se devastadora ao ter levado para o abismo, não apenas a segunda esposa de Henrique VIII, como outros homens inocentes, entre eles, alguém a quem a rainha realmente amava, seu irmão, George Bolena. George, foi decapitado por machado em 17 de maio de 1536, em Tower Hill – nos complexos da Torre de Londres – junto com outros quatro homens, que foram acusados de terem relacionado-se com sua irmã (Mark Smeaton, Henry Norris, William Brereton e Sir Francis Weston). Thomas Wyatt informou que ele fez um discurso defendendo suas crenças religiosas e foi enterrado na Capela de São Pedro ad Vincula, onde Ana juntaria-se a ele, dois dias depois.

A execução de Ana Bolena foi marcada para o dia seguinte, 18 de maio e ela estava na Torre aguardando sua morte, orando e fazendo as pazes com Deus. Como todos sabemos, sua morte, assim como sua vida, fora e foi alvo de muita especulação acadêmica. Uma das muitas dúvidas de estudiosos, historiadores e interessados em sua vida, é se Ana chegou a assistir a execução de algum dos condenados, especialmente seu irmão. Talvez, tal dúvida tenha aflorado-se no imaginário comum, devido a um dos episódios da série inglesa The Tudors, onde uma atormentada e frágilizada Natalie Dormer, assiste impotente seu querido irmão deixar este mundo. No entanto, a historiadora e especialista no período Tudor, Joanna Denny, salienta que é Captura de Tela 2015-07-20 às 04.20.53improvável que Ana houvesse sido capaz de assistir as execuções dos homens, pois isto significaria que ela teria tido que mover-se para fora de seus limites.

O Embaixador Imperial Eustace Chapuys, entretanto, escreveu que: A Concubina os viu serem executados da Torre, para agravar a sua dor.

Tal revelação, implica que alguém fez um cruel esforço para forçar Ana a assistir seu amado irmão morrer, a fim de atormentar ainda mais a mulher condenada, mas é pouco provável que isto tenha acontecido. Os apartamentos reais, onde Ana encontrava-se confinada, não possuíam uma vista para a Tower Hill. A menos que ela tenha sido levada para uma das torres ao longo da Muralha, ela não teria sido capaz de vê-lo em seus angustiantes momentos finais.

O cortesão inglês (e carcereiro de Ana) Sir William Kingston – que registrou cada palavra proferida por Ana durante sua reclusão na Torre – não menciona em nenhum momento sobre a prisioneira ter de ser transferida para testemunhar a execução. Além disto, ele não registra nenhum tipo de protesto feito por Ana por ter sido forçada a assisti-la, e é provável que isto houvesse gerado algum caloroso comentário de sua parte. Caso Ana realmente houvesse testemunhado isto, ela teria dito algo sobre como seus irmãos e os outros, morreram bravamente por causa tão injusta.

Existe um registro de um poema narrativo escrito por Ana, quando ela foi informada das execuções; ela disse que não tinha dúvidas de que os executados estavam agora na presença de Deus, e perguntou se Mark Smeaton havia desmentido o seu testemunho sobre dormir com ela. Nunca houve nenhuma menção sobre ela ter testemunhado isto pessoalmente.

O célebre biografo de Ana Bolena, Eric Ives, escreve sobre como Ana passava seu tempo na Torre, imaginando que seu povo estivesse orando por ela, que os bispos iriam intervir em sua causa e que o rei seria misericordioso e a mandaria para um convento.

katheryn howard spitzweg__confession__painting (1)Embora alguns tenham dito que Ana passava o tempo na Torre, balbuciando de forma histérica para acalmar-se, seu carcereiro, Sir William Kingston, informou sobre sua dignidade e coragem. Um poema descritivo da vida de Ana Bolena, feito em London – 2 de Junho de 1536 – fala sobre a reação da Rainha ao ouvir sobre a execução de Mark Smeaton, sem uma retração de sua confissão:

”A rainha, na expectativa de seu último dia, tomou o Sacramento. Então o dia de sua morte fora anunciado à ela, no qual ela pareceu estar mais alegre que antes. Ela perguntou sobre a paciência mostrada por seu irmão e os outros; mas quando disse que Mark confessou que havia merecido sua morte, seu rosto mudou um pouco. “Ele não inocentou-me”, disse ela, “antes de morrer, da infâmia pública que colocaste sobre mim?Ai de mim! Eu temo sua alma sofra por tais acusações!”

No entanto, ela falou sobre os outros quatro homens: “Mas quanto meu irmão e aqueles outros, não tenho dúvidas de que agora, estão na presença deste grande Rei que eu mesma encontrarei amanhã.”

Então, como já foi estabelecido, Ana Bolena estava detida na Torre nos alojamentos da rainha, que ficavam situados no canto sudeste do Torre. Dada a topografia do local e a posição do cadafalso de Tower Hill, ao noroeste da fortaleza, torna-se claro que teria sido impossível para Ana, testemunhar a execução de seu irmão, assim como a dos outros quatro homens que sofreram com George Bolena, no cadafalso naquele dia. Ives em sua biografia de Ana, também descarta esta teoria, por conta da logística envolvida na movimentação de um prisioneiro de alto status como ela fora.

A única maneira em que isto poderia ter sido possível, seria se Ana houvesse sido escoltada para uma das torres no lado norte ou oeste, especificamente para a finalidade de assistir os homens deixarem suas vidas em tais mortes sangrentas, algo bastante improvável.

Tal informação, pode apenas representar um alívio, para muitos que simpatizam com a segunda esposa de Henrique VIII e tanto lamentam seu trágico fim. Não ver seu irmão morrer – mesmo que em tal situação desesperadora – pode ter representado à Ana, uma força a mais, para poder seguir adiante nos planos que estavam muito acima de sua capacidade ou poder de refutar.

Mapa explicativo:
Thomas Wyatt foi preso na Torre do Sino (Bell Tower), marcada em roxo no mapa abaixo. Seu poema relata que ele viu o que ocorrera naqueles “dias sangrentos” de um grade, então, não parece que ele tenha tido uma visão desobstruída à partir de seus quartos. Ele certamente não pode ver Tower Hill, mas é provável que pudesse ter visto o local do cadafalso onde Ana fora executada, marcado com um X em negro.

Captura de Tela 2015-07-20 às 04.20.34

FONTES:
Under These Restless Skies: AQUI,
On the Tudor Trail: AQUI.

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Anônimo disse:

    Pior Maria Stuart ficou 19 anos sofrendo na torre e catarina com a dor de ter seu casamento destruído.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s