O Quarto de Ana Bolena em Hever Castle

15oiechl
Imaginem entrar no Castelo onde a segunda esposa de Henrique VIII e mãe de Elizabeth I, morou parte de sua vida. Melhor ainda é poder imaginar andar sob o mesmo chão e ficar embaixo do mesmo teto onde Ana Bolena dormia e provavelmente pensava na vida, fazia planos e sonhava, como qualquer pessoa normal. Muitos visitantes vão todos os dias ao castelo, em busca desta maior conexão com Ana Bolena ou sua família (especialmente irmãos). É por acreditar que muitos pensam nisto, que resolvemos falar um pouco sobre o quarto de Ana Bolena em Hever Castle, mostrando algumas imagens e curiosidades sobre o local.

História:
Hever Castle havia sido a casa da família Bullen, desde seu bisavô, Geoffrey. Ele, que comprara tanto Hever quanto Blickling Hall, em Norfolk, ascendeu na vida vindo de origens camponesas humildes, até tornar-se prefeito de Londres no ano de hever161459.

Foi com o neto de Geoffrey, Thomas (nascido em 1477), que Hever passara para o centro do palco político e real, quando em 1498, casou-se com Elizabeth Howard, filha do famoso e poderoso Duque de Norfolk. Como sabemos, esta fora uma união muito vantajosa para o nome Bolena dos três filhos sobreviventes desta união, George, Maria e Ana, relacionados então à realeza pelo lado materno.

Ana Bolena, juntamente com seus irmãos Maria e George, passaram parte de sua infância no local, antes dela ser enviada para juntar-se à Corte da arquiduquesa Margarida da Áustria, em 1513. Naturalmente, ao adentrar pelas espessas paredes do pequeno castelo de pé direito baixo, nos vemos pensando em como deve ter sido a infância desta mulher, jogando e brincando com seus irmãos, enquanto seu pai, sem dúvidas, planejava um grande destino para cada um de seus três amados herdeiros.
Captura de Tela 2015-06-19 às 04.50.59
Não sabemos qual a data exata do nascimento de Ana. Provavelmente ela nasceu por volta de 1501, mas assim como muitas outras pessoas do período (especialmente mulheres), seu nascimento não fora registrado.

Deve ter sido uma infância pacata, como sugere os vastos campos bucólicos onde encontra-se o castelo. Nas terras do Jardim da Inglaterra (The Garden of England) – nome dado à Kent devido à grande beleza do local – com seus extensos jardins e lagos, seguidos de invernos totalmente brancos com neve generosa, este pareceu ser o ambiente perfeito para os Bolena retirarem-se para dentro do conforto de seu lar, experimentando bebidas mais quentes e jogos em família.

O Local:
Ao entrar no castelo, nossa primeira impressão é de susto. Todos naturalmente imaginam, que o lar de uma mulher que Hall1909tornou-se rainha consorte da Inglaterra, seria no mínimo mais majestoso, ao rico padrão Tudor de inúmeras outras construções do período. O local no entanto, é apertado e as pessoas muito mais altas podem sentir certa dificuldade ao caminhar entre certos cômodos, com a leve impressão de que suas cabeças irão logo bater no duro e adornado teto sob elas.

Mesmo pequeno em questão de tamanho, as partes que permanecem intactas ao período, mostram que o local fora uma convidativa e confortável mansão em estilo Tudor. Foi provavelmente o local onde Ana sentia-se livre dos protocolos e deveres das Cortes que atendera, onde podia descansar e ser apenas ela mesma, e não a filha de Thomas Bolena, enviada para fora do país a fim de aprender novas maneiras e estudos dentro do seio renascentista.

O Quarto:
Ao subir a escada de pedra em espiral, logo encontramos o quarto que tradicionalmente acreditam ter pertencido à Ana Captura de Tela 2015-06-19 às 01.20.17Bolena. Ele é o primeiro quarto no andar superior do castelo. Reza a lenda que Ana provavelmente dividiu este cômodo com sua irmã, Maria. O quarto das irmãs é bem pequeno comparado às salas comuns do castelo. Mesmo assim, não era importante no período, que os quartos das filhas fossem tão grandes quanto o dos filhos e herdeiros de um senhor, portanto, não é chocante ou discrepante as noções de tamanho do cômodo. Trata-se de um cômodo pequeno para os padrões do próprio local, adornado com um belo teto abobadado datado da metade do século XV.

Ao olhar pela janela principal do cômodo de Ana Bolena, damos de cara com um pequeno vilarejo de casas em estilo Tudor, local onde moravam os Captura de Tela 2015-06-19 às 01.19.58empregados e ajudantes do castelo, juntamente com suas famílias. É uma vista interessante, atemporal e bastante bela. Juntamente a vista, às vezes somos surpreendidos com uma inconfundível essência de água de rosas, provavelmente vinda do jardim pouco abaixo do local. A água de rosas foi uma essência muito utilizada no período Tudor, tanto para perfumes, pomos, quanto para alimentos. É impossível não sentir-se transportado ao período onde o infame Henrique VIII, era a majestade reinante.

Continuando no cômodo, podemos ver uma lareira esculpida com os motivos dinásticos da casa Tudor – a rosa branca e vermelha. Existe também um retrato de Ana Bolena, que proporciona um incrível toque de autenticidade e familiaridade aos visitantes do local -embora trate-se apenas de uma réplica, provavelmente vitoriana, do original exposto no NPG. Nele, ela está usando o famoso colar com pingente ‘B’ e o tão comentado capelo em Captura de Tela 2015-06-19 às 01.20.31estilo francês; mais ousado que o tradicional capelo de empena inglês, este por sua vez, revelara um vislumbre de seus belos e exóticos cabelos negros. Ana era inteligente e espirituosa, mas não tradicionalmente bela. Em um período onde a pele de alabastro, olhos claros e cabelos louros ou ruivos, eram almejados por todos, uma Ana de cabelos e olhos negros, seguidos de uma pele amorenada e tez amarelada, despertava um ar mais exótico, diferente. O embaixador Veneziano certa vez disse sobre ela: “… não é uma das mulheres mais bonitas do mundo. Ela é de estatura mediana, com a tez morena e pescoço longo… seios não muito elevados, e na verdade não tem nada além da grande do apetite do Rei, e seus olhos são negros e bonitos. “

Contra a parede, podemos ver uma cabeceira com os escritos: ‘Parte da cama de Anne Boleyn de Hever 1520’, esculpidos na madeira. É uma das primeiras peças fabricadas como sendo de Ana Bolena – muitas outras viriam depois. Não parece provável que ela tenha sido feita antes de 1600 e provavelmente, fora colocada lá juntamente com um conjunto de móveis do período vitoriano, quando graças ao interesse pessoal da Rainha Vitória pelo período, houve um ressurgimento de atenção na então esquecida rainha dos mil dias. Foi neste período que Ana, como uma heroína romântica, passa a estrelar nos famosos livros água com açúcar de ficção vitoriana.

Outros Locais:
(Falamos mais disto neste artigo AQUI). No extremo sul do castelo, fica o quarto onde Thomas Bolena dormia com sua Captura de Tela 2015-06-19 às 05.01.40esposa Elizabeth, em uma fina e bem trabalhada cama de carvalho. Existe também o morning room (quarto da manhã), onde Ana pode ter passado seu tempo, sentada junto as mulheres do castelo, costurando, bordando e conversando. Estes ambientes citados, foram mantidos em estilo original, ou pelo menos, bem fiel a ele.

Pelos próximos três séculos e meio, Hever Castle passou por uma série de proprietários e um eventual declínio, que terminou em 1903, quando foi comprado pelo milionário americano, William Waldorf Astor. Astor foi meticulosamente cuidadoso em restaurar Hever, mantendo a aparência original externa e mantendo o máximo possível o interior no estilo Tudor original da época. Embora muitos dos quartos tenham sido convertidos em áreas mais modernas, outros quartos como o de Ana, foram mantidos em grande parte intactos, e todos os quartos de hoje, incluem artes e artefatos dos tempos Tudor ou relacionados à família Bolena, Henrique VIII e suas seis esposas. Fora do castelo, Astor melhorou e expandiu o terreno, incluindo a criação de um lago de 35 hectares, um caminho a pé chamado “Anne Boleyn’s walk”, e vários belos jardins com esculturas italianas clássicas. 

morning room.
Morning room.

Atualmente Hever Castle está aberto aos visitantes, e é um lugar fascinante para a uma visita, especialmente se você é interessado no período Tudor e seis esposas de Henrique VIII – afinal, o local depois também foi lar de uma outra esposa do monarca, a alemã, Ana de Cleves. O tour feito dentro do castelo, é necessário para todos os interessados em saber como estas pessoas viviam naquele período. Outra sala muito visitada, é a conhecida como: A Sala do Livro de Horas, onde estão expostos os amados livros de orações pessoais de Ana Bolena, em um deles em especial, podemos inclusive ver sua grafia claramente.

Para mais detalhes, assistam este vídeo de um visitante em Hever. Infelizmente a qualidade não é das melhores e ele treme um pouco, mas podemos ver muito bem o que é dito no artigo, além das escadarias e quarto.

FONTES:
Hever Castle: AQUI.
On the Tudor Trail: AQUI.
Time Travel Britain: AQUI.
Anne Boleyn Book: AQUI.
Imagens retiradas do site: Shakespeare’s England: AQUI.

Captura de Tela 2015-06-19 às 05.04.25

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. paulogravi disse:

    Amei seu artigo parabéns, gostei muito,…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s