Encontrado livro de Henrique VIII

William of Ockham bookUm livro que ajudou Henrique VIII a construir seu caso contra o papa e anular seu primeiro casamento, fora descoberto em uma biblioteca de uma casa rural. O volume, datado de 1495, é um resumo das obras do filósofo e teólogo William de Ockham, uma importante figura no pensamento medieval intelectual e político. Agentes de Henrique, percorreram o país atrás de textos de Ockham, que questionavam a autoridade papal, defendendo a independência do monarca e igreja britânica.

Tal evidência, fora usada como base para anular o casamento do monarca com sua primeira esposa, Catarina de Aragão – viúva de seu irmão – após ela não conseguir gerar um herdeiro varão. Tal decisão fora um dos fatores que acarretaram o rompimento da igreja inglesa e Roma – período da história inglesa, documentada em muitos romances, entre eles Wolf Hall de Hilary Mantel.

O livro, que foi encontrado em Lanhydrock, na Cornualha, contém notas de rodapé e marcas feitas pela equipe de secretariado de Henrique, a fim de chamar a atenção do monarca, para as passagens mais relevantes. Entre as passagens destacadas, podemos ver: “quando um sínodo é maior do que um papa” e “quando é permitida a retirada de obediência ao Papa”.

A equipe tinha conhecimento do livro na biblioteca, que possuí 2.500 volumes, mas sua ligação direta com o casamento real, não fora conhecida até a visita de um historiador Tudor.

O professor James Carley, identificou o número de inventário 282 dentro do livro, que corresponde ao inventário preparado para biblioteca principal do Rei, no Palácio de Westminster, em 1542. Prof Carley, especialista em bibliotecas de Henrique VIII, disse: “É emocionante descobrir que o livro em Lanhydrock, fez parte da biblioteca real… O livro é importante não apenas por sua proveniência, pois as notas inseridas nele pelos assessores de Henrique VIII, sem dúvidas foram destinadas para que ele as visse… Eles chamam a atenção precisamente, para os tipo de questões, que eram tão relevantes para as políticas do rei, nos anos que antecederam a ruptura com Roma.”

O livro é um resumo crítico de escritos feitos por William de Ockham, um filósofo escolástico, teólogo e frade franciscano Inglês, que morreu em 1347. Ockham é considerado uma das principais figuras do pensamento crítico medieval, seus escritos desafiaram a condenação do papa João XXII, sobre as visões franciscanas da pobreza de Cristo e de seus apóstolos.

Seu livro estava entre os escritos, manuscritos e livros impressos, que foram trazidos para a bibliotecas do rei e examinados por sua equipe, a fim de obter uma defesa sobre o caso da dissolução de seu matrimônio com a filha dos reis católicos. As marcações de rodapé, linhas sublinhadas e notas curtas, foram inseridas em locais pertinentes do trabalho.

William of Ockham bookO livro de Lanhydrock não contém qualquer letra de Henrique, mas tem um certo número de linhas onduladas características, acompanhadas por um símbolo ”#”, utilizados pelos anotadores. Este material, foi usado nos anos que antecederam ao casamento de Henrique com Ana Bolena em1533, o Ato de Supremacia em 1534, bem como o estabelecimento de uma igreja inglesa independente.

Em algum momento no século XVII, o livro foi adquirido por Hannibal Gamon, um colecionador de diversos livros acadêmicos, cuja assinatura, está na página de título. Mais tarde, ele legou muitos de seus livros, para a família Robartes em Lanhydrock, uma casa de campo que foi remodelada em 1880, após um incêndio destrutivo.

Paul Holden, gerente e mantenedor da casa e coleções, disse: “Possuir tão interessante livro na coleção é fascinante por si só, mas saber que ele outrora fora de propriedade de Henrique VIII e feito parte do momento pivô da história britânica, é muito excitante… Estamos realmente ansiosos para ver as reações dos visitantes, quando descobrirem mais sobre a história por trás deste notável livro!”

A biblioteca de Lanhydrock está entre apenas um punhado de bibliotecas privadas do período pré-guerra civil, sobreviventes na Inglaterra. A exibição do livro e monarquia, será aberta em Lanhydrock, no dia 1º de março e decorrerá até ao final de Novembro.

FONTES:
DAILY MAIL: AQUI.

Henry-marriage-book-2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s