Podem os descendentes de Henrique, estarem caminhando entre nós?

_56047201_ysgolllansteffan
Você já perguntou-se por que o ator Damian Lewis ficou tão convincente no papel de Henrique VIII, na aclamada minissérie Wolf Hall?

A resposta é, porque além de interpretar com louvor uma das mais conhecidas figuras históricas da realeza, o ator de 44 anos, ganhador do Globo de Ouro, também tem ascendência galesa.

A origem da Dinastia Tudor, embora poucos saibam, vem de uma linhagem galesa, à partir do casamento da viúva de Henrique V e um descendente do príncipe galês, Rhys ap Gruffydd (já falamos disto na página, na sessão ”monarcas”).

Agora um inovador projeto de DNA, pretende responder aquela velha pergunta: “Quem são os galeses” encarregando-se de rastrear e identificar, os descendentes desta Dinastia que terminou após a morte de seu último monarca, Elizabeth I.

E hoje à noite, muitos verão o CymruDNAWales, a operação por trás deste ambicioso projeto, lançar sua última questão, juntamente com a ajuda do programa Heno S4C.

Por este motivo, eles irão apelar para que homens galeses com o sobrenome Tudor, sejam testados no CymruDNAWales, a fim de descobrirem, se eles tem pessoas como Henrique VII, Henrique VIII ou Elizabeth I como seus parentes.

O exame consiste em uma simples amostra de saliva. Graças a tais amostras, eles serão capazes de rastrear árvores genealógicas, a fim de identificar ligações entre as amostras Tudor atuais e a antiga linhagem de Owen Tudor, o progenitor da dinastia.

Em um esforço para conseguirem o maior número possível de participantes, eles estarão dando 20 kits de teste, que normalmente custam £170 para mulheres e £200 para homens, para os prováveis candidatos.

O primeiro dos kits, será presenteado ao vivo para Steffan Tudor, um professor em Ysgol Glan Clwyd, St Asaph, à frente da comitiva do DNA Cymru. O propósito real desta série, é registrar a jornada da humanidade desde suas origens na África, as primeiras populações da terra agora conhecida como Gales, até seus habitantes modernos.

Tendo início no dia de St David com um especial, o programa DNA Cymru, será apresentado por Beti George, Dr Anwen Jones e Jason Mohammad, que irão explicar como o CymruDNAWales, espera revelar impressões genéticas, que estendem-se além da história que temos registro.

Em uma parceria exclusiva com o Western Mail/WalesOnline, Daily Post, o canal S4C e a companhia de produção Greenbay Media – tem como objetivo, lançar luz ao período l9,000AC, quando as mudanças glaciais mudaram nossas paisagens e permitiram que os primeiros imigrantes se estabelecessem ao redor do mundo.

E a chave para o mistério de quem eles foram e de onde originaram-se, consiste nas seis bilhões de letras do DNA que nós herdamos de nossos pais (três bilhões de nossa mãe, e os restantes outros três, de nosso pai), em que estas mutações podem ocorrer.

Conhecidos como marcadores, eles podem ser localizados, datados e suas jornadas aqui, muitas vezes vinda de distantes partes do globo, mapeadas.

Apenas lembrando que, Henrique VII deixou inúmeros descendentes, através de sua filha, Margaret Tudor. Os nomes mais famosos de ancestralidade Tudor, são: Rainha Victoria, Elizabeth II, Anastasia Romanov, Diana Spencer, entre muitos outros. No entanto, a pesquisa foca em pessoas fora do seio real ou aristocrático.

FONTES:
Wales Online: AQUI.

dragonhenryviiarms

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s