As Joias de Ana Bolena

Captura de Tela 2015-01-01 às 02.10.33Primeiro artigo do ano, por essa vocês não esperavam né? É uma maneira de presenteá-los, serão 3 dias seguidos de presentes e surpresas para todos vocês, então aguardem.

No artigo de hoje, falaremos sobre um assunto no qual os Tudors adoravam e entendiam consideravelmente, as joias; mas não tratam-se de joias qualquer e sim, as joias usadas por Ana Bolena, a segunda esposa de Henrique VIII e mãe de Elizabeth I (como todos devem saber).

Desde o início de seu relacionamento, Henrique deu à Ana, inúmeros presentes. Muitos deles, tratavam-se de simbólicas peças de joalheria, que formaram uma importante parte dos rituais que compreendiam o amor cortês. Starkey acredita que, no final do verão de 1526, Henrique escreveu o que provavelmente, foi sua primeira carta em sequência, após Ana ter deixado a Corte e retornado de volta para seu lar e família em Hever.

Acompanhando esta primeira carta, estava o retrato de Henrique em um bracelete, e os artifícios que vocês já devem conhecer… (Starkey, pág. 280).

Em Maio de 1532, Henrique VIII esbanjou para Ana Bolena. Ele não apenas estava a preparando para o palco europeu, ele também a estava preparando para a posição de Rainha da Inglaterra.

Desde Maio de 1542,  as contas de Cornelius Hayes, incluíam três dezenas de artigos de joalharia para ‘Mistress Anne’, custando quase 100 €. O maior item, foi um cinto de joias da coroa, faturado em torno de £ 18, porém, o mais intrigante, foi uma roda de ouro cravejada de diamantes de Catarina, sob apenas £ 4 (Ives Pg. 251).

Em 1532 Henrique entregou boa parte das joias reais para Ana, deixando para ela as melhores pedras. Ele também despojou Catarina de Aragão de suas jóias, e isto, obviamente não agradou a Rainha e ela respondeu dizendo que seria um pecado, que suas joais enfeitassem ”o escândalo da cristandade”(Ives, pg 158).

Embora não haja nenhum retrato ou esboço sobrevivente alegadamente de Ana por Holbein, sabemos que ele projetou para Ana, um pingente com ”A pedra central e as iniciais H e A entrelaçadas”(Ives. Pg 251). Ele também projetou um escudo com a mesma cifra.

Após a morte de Ana em 1536, uma mesa de madeira contendo peças de joalharia de Ana foi inventariada. Os itens incluíam um anel de diamante com a cifra de ‘HA’, outro anel de diamante com a cifra e o texto (em latim), ‘O Senhor, tenha pressa em me ajudar”, e um terceiro anel contendo uma parte quebrada de seu lema ‘moste … ‘ de Moste Happy (Ives Pg. 251).

Entre outros artigos de joalharia de Ana inventariados, estava um broche com as iniciais ‘RA’- Regina Anna (Rainha Ana)’- em diamantes e outros itens com ‘ HA ‘.

Uma tradição pictórica, tem Ana usando três vertentes de pérolas em todo o corpete, um colar de rubis e pérolas, uma gargantilha e pingente de pares e um broche com as letras ‘AB’ em ouro com uma pérola em gota.

AnneBoleynOutra tradição, mostra Ana com um colar de pérolas, com a letra ”B” em ouro, terminada em três pérolas de gotas pendendo sobre o pingente.

AnnebheverIves acredita que as 3 maiores pérolas contidas neste colar, são bastante semelhantes as pérolas usadas nos primeiros retratos de Elizabeth, sugerindo que a filha possa ter herdado as melhores joias de sua mãe. (Pg. 252).

ElizabethEra bastante comum que os filhos após a morte dos pais, herdassem suas joias, pertences e roupas de maior valor, portanto essa hipótese nunca fora de fato descartada.

No entanto, há outras teorias sobre o que realmente aconteceu com o famoso colar de Ana Bolena. Algumas pessoas acreditam que ele foi para as joias da coroa após sua queda, e remodelado para a nova Rainha, Jane Seymour. Outros acreditam que algumas destas pérolas, constam na Coroa de Elizabeth II.

Devemos lembrar que as joias da coroa, eram passadas de rainha para rainha e segundo David Starkey aponta, existe um colar de Jane Seymour, que fora passado para Catarina Howard. O colar de Jane constava nos registros durante o reinado de Catarina, assim como um broche usado por Catarina, fora usado por sua sucessora Jane Seymour.

10470724_578101858970938_154537449429876784_nInfelizmente, nenhuma peça de joalharia pessoal de Ana, sobreviveu para ser identificada. Era costume desmanchar e refazer peças para o próximo soberano Tudor e no caso de Ana; itens específicos a ela, teriam sido quase que imediatamente desmanchados e remodelados. Mesmo assim, Henrique recomprou de Thomas Trappers, uma tigela de ouro ”tendo a safira de Ana Bolena, na parte superior da peça”e seus inventários post-mortem, incluiam uma tigela incluiu pintada com pó de ouro, com uma coroa sobre a tampa e ‘H’ e ‘A’ em esmalte “(Ives, pág. 252). Ives continua a descrever como Henrique também manteve uma placa de ouro, com o monograma ‘HA’ com pequenas esmeraldas, pérolas e um diamante (Ives, Pg 252).

Nas palavras de Eric Ives, isto “sugere vividamente o que foi perdido” e levanta a questão sobre o porque ele teria recomprado tais peças de Ana? Será que foi por arrependimento, ou apenas uma lembrança de um tempo que passou? Ou será que ele simplesmente gostava de tais peças? Nunca saberemos ao certo…

10509549_578582762256181_8555431846989382495_n

FONTES:
On the Tudor Trail: AQUI.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s