Os outros meninos Bolena

Captura de Tela 2014-10-15 às 15.57.14
Imagem meramente ilustrativa (não constam retratos deles).

Todos os interessados em Henrique VIII e suas seis esposas, sem dúvida já ouviram falar nos irmãos Bolena. Ana, Maria, George, os três irmãos tomaram vida ao serem recriados sob o olhar romântico de Philippa Gregory. Deixando o romance de lado, Ana Bolena foi a segunda esposa de Henrique VIII, que deu à luz a Elizabeth, Maria foi sua irmã e também affair de Henrique (pouco antes de seu envolvimento com Ana) e George foi o filho varão dos Bolena, que desposou Jane Parker e viu seu destino romper-se na Torre de Londes, acusado de manter relações incestuosas com Ana (sua irmã).

Embora seja interessante falar de cada um deles, o artigo de hoje não aborda os 3 irmãos Bolena, e sim as (pelo menos) duas outras crianças Bolena, que são conhecidas por nós, apenas por seus túmulos e alguns fracos vestígios históricos, que deixam-nos mais perguntas que respostas.

Por volta de 1498, Thomas Bolena casou-se com Lady Elizabeth Howard, embora não saibamos com precisão a data exata. Mais tarde na vida, Thomas escreveu:

”Quando casei-me, tinha apenas 50 libras por ano para mim e minha esposa desde, que meu pai estivesse vivo e ainda assim, ela trouxe-me todos os anos uma criança.”

Thomas Bolena poderia ter exagerado um pouco – ou algumas destas gestações, podem não ter resultado em crianças vivas – mas parece que a maioria das gestações de Elizabeth, ocorreram logo no início de seu matrimônio, em pouco espaço de tempo uma da outra. Sabemos de pelo menos cinco crianças Bolena. Então, o que aconteceu com os outros Bolena?

thomas_boleyn_tomb_hever
Tumba de Thomas Boleyn (pai) em Hever.

Em St. John, Igreja batista de Penshurst, há uma pequena cruz de bronze fixada no chão sobre o pequeno túmulo de um, ”Thomas Bwllayen the sone of Sir Thomas Bwllayen.” Esta cruz, está localizada dentro igreja, na capela de Sidney, escondida contra outra pedra tumular, tornando-a minúscula e difícil de encontrar.

Na Igreja de St. Peter em Hever, há um pequeno túmulo de Henry Bolena, marcado exatamente da mesma forma do anterior, apenas com a cruz levemente diferente. Este túmulo, está fixado no chão, ao lado do túmulo de Sir Thomas Bolena (mais precisamente na altura de sua cabeça).

Ambas as lápides tumulares, são muito pequeninas – apenas um par de metros quadrados, e as simples lápides que os demarcam, tem um estilo datado por volta de 1520. O motivo, é que em um período com tão alta taxa de mortalidade entre bebês, muitos natimortos e crianças, não chegavam a tornarem-se adultos, fazendo com que geralmente não fossem nomeados ou lembrados. Os meninos Bolena em questão, provavelmente viveram durante um curto período de tempo.

Thomas o jovem (chamaremos assim, para evitar confusões com o nome de seu pai), poderia ter sido o filho mais velho, baseado em tradições comuns de nomeações do período, mas não podemos ter 100% de certeza (afinal Henrique VIII não era o mais velho e possuía o nome de seu pai). A posição de Henry na ordem de nascimento dos filhos de Bolena, permanece desconhecida e aberta à especulação.

Com base no tamanho de suas sepulturas e simplicidade empregada em suas lápides, a maioria dos historiadores chegaram à conclusão de que os dois morreram, não durante a infância e sim, ainda bebês. No entanto, tem sido sugerido recentemente por Alison Weir em sua biografia de Maria Bolena, que tanto Thomas o jovem, quanto Henry, viveram até a idade adulta.

Neste livro de Weir, é mencionado que o irmão de Maria, Thomas Bolena (o jovem), foi enterrado na igreja de Penshurst e que seu túmulo está marcado por uma lápide de cruz e a data 1520.

Na inscrição das lápide, podemos ler: “Thomas Bolena, filho de Sir Thomas Bolena”. Isto deve datar a lápide para um período após 1509, quando Thomas foi nomeado cavaleiro. Mesmo tais lápides pequenas sendo muitas vezes destinadas a crianças e natimortos, de fato, existiam também lápides assim para adultos, então, o tamanho dela, não significa 100%, que Thomas morreu na infância, apenas nos dá um fundamento para situar-nos. Na realidade, é provável que ele tenha sido o filho mais velho, então se ele foi o filho que foi à Universidade de Oxford aos 17 anos, ele deve ter nascido no final de 1490. Depois de talvez estudar em Oxford, é possível que ele tenha entrado na casa do Duque de Buckingham, o que explicaria seu enterro em Penshurst e não em Hever. Buckingham, é claro, foi executado em 1521.

Sob esta perspectiva, é então possível que estes irmãos, tenham vivido até a precoce idade adulta; e pode até ter sido Henry que foi à Oxford. Duas lápides transversais de datas semelhantes, podem indicar que eles morreram na mesma época, possivelmente da mesma causa. Em 1517, por exemplo, houve uma grave epidemia da doença do suor (suor maligno), que causou uma elevada taxa de mortalidade na Inglaterra, principalmente em Oxford e Cambridge.

thomasboleynson
Tumba de Thomas Bolena, o jovem em Hever.

O primeiro problema na teoria de Weir, é a idéia de que Thomas o jovem, nasceu em meados para o fim de 1490. Sabemos que Elizabeth Howard, era solteira em 1495, baseado no poema escrito sobre ela por John Skelton. O dote de Elizabeth, foi documentado no verão de 1501, sendo que os dotes, eram normalmente resolvidos dentro de um ano após o casamento, mesmo que não houvesse um exato limite de tempo. Estudiosos geralmente definem a data do matrimonio de Thomas e Elizabeth como tendo sido em 1498 ou 1499, então 1499, parece a data de nascimento mais precoce para o filho de Thomas. Ou seja, ele não teria tido 17 anos, sendo então capaz de ir à Oxford, até 1515 ou 1516.

Em segundo lugar, não há nenhuma evidência de Thomas Bolena, o jovem ou Henry, como adultos. Sequer é mencionado nos registros de Oxford, um estudante com tal nome, ao contrário de seu irmão George – embora fosse verdade que nem todos os alunos matriculados, fossem registrados.

Seria também, no mínimo surpreendente se o ambicioso Sir Thomas Bolena, não houvesse tentado obter para seu filho, uma posição na Corte e Thomas o jovem, não é mencionado nos registros da Corte, algo que não passaria batido. Temos menções por exemplo, de Ana e Maria em suas respectivas Cortes já em 1514, mas nenhum registro de Sir Thomas Bolena ter negociado um casamento para seu filho mais velho, na tentativa de obter-lhe uma posição. A única referência que temos é sobre um “Mestre Boleyn”, que participou de uma função judicial com seu pai, e isto pode facilmente referir-se a George.

Também não há – até onde sei – nenhum registro que mostra Thomas Bolena o jovem, à serviço do Duque de Buckingham. As contas da casa do Duque, não mencionam Thomas Bolena o Jovem (e Buckingham deixou para trás, uma quantidade surpreendente de contas pessoais, registros e correspondências). Thomas, o filho pode não ter sido particularmente notado entre seus contemporâneos, mas certamente, seria digno de menção por pesquisadores posteriores, se estes houvessem descoberto seu nome entre os registros. Lembrando que os Bolena, são uma das famílias mais estudadas no período Tudor, podendo traçar suas origens até o período em que seus ancestrais vivam no campo. Sendo assim, é improvável que se eles tivessem chegado a idade adulta, não fossem citados.

De qualquer forma, isto não prova com total certeza, de que Thomas o jovem e seu irmão Henry, naquela altura já estivessem mortos, mas não há qualquer prova de que eles estivessem vivos e muito menos estudado em Oxford, ou servido o Duque de Buckingham por volta de 1520.

O mais importante, se Thomas o jovem e Henry morreram em 1520, porque seus túmulos são tão simples, mais adequados para crianças do que cortesãos e herdeiros de um (a esta altura) homem rico e influente? Lápides de adultos (vide Thomas Bolena), geralmente mostram imagens de adultos deitados em posição de repouso ou oração.

henryboleyn
Tumulo de Henry Bolena em Penshurst.

Nem mesmo as lápides, eram grandes o suficiente para cobrir o local dos túmulos, algo que era geralmente – mas nem sempre – grande o suficiente. Não faz muito sentido que os filhos adultos de Bolena, tenham sido enterrados de forma tão simples em tão pequenos monumentos, no momento em que os Bolena, poderiam pagar do melhor e a ostentação, seria a melhor propaganda pessoal a oferecerem.

Aplicando a Navalha de Ockham para tal situação, a explicação mais simples parece a correta neste caso. É mesmo provável que os outros meninos Bolena, tenham vivido até 1520, ido para a universidade, frequentado à Corte sem serem notados por todos os registros da época, morrendo aproximadamente ao mesmo tempo e em seguida sendo enterrados em diferentes locais, sob diferentes igrejas, com pequenas lápides tumulares planas, geralmente marcadas para bebês e natimortos?

Ou é mais provável que Thomas o jovem e Henry, tenham morrido jovens e suas tumbas sido marcadas mais tarde, quando a família Bolena possuísse fundo para isto?

No período Tudor, os túmulos de crianças, na maioria das vezes não possuíam identificação. Em um período onde toda família, já havia experimentado ou conhecido alguém que tivesse perdido pelo menos um de seus filhos, os gastos com lápides, eram de fato, exorbitantes demais para serem levados em conta. Devemos lembrar, que até as crianças da realeza, podiam ser enterradas sem túmulos de identificação. Henrique, o Duque da Cornualha, filho de Henrique VIII e Catarina de Aragão, morreu antes de completar um mês de idade e foi dado-lhe um luxuoso funeral na Abadia de Westminster, embora seu túmulo não houvesse sido marcado e a localização geral, fosse desconhecida.

Quando sepultamentos infantis eram marcados, os memoriais eram geralmente lápides de cruzes planas, exatamente como as vistas nas sepultura dos meninos Bolena. Outra forma conhecida, era o “brasão chrysom”, que mostrava um bebê enrolado.

O fato dos Bolena terem dado a seus filhos, lápides após suas mortes, implica um aspecto emocional para a decisão. Eles não possuíam (considerando que morreram bebês), qualquer perspectiva monetária para fazê-lo. Eles devem ter marcado estes túmulos, apenas porque gostariam que seus filhos Thomas o jovem e Henry, fossem lembrados.

Não restam dúvidas a Weir, de que as lápides não datam de antes de 1509, quando Sir Thomas Bolena foi nomeado cavaleiro. Se elas de fato datarem cerca de (a palavra “cerca” nós dá uma margem de uma década aprox.) 1520, suas lápides provavelmente, não estariam mostrando crianças que morreram recentemente. Nesta data, Elizabeth Bolena, estaria na casa dos 40 e provavelmente, não poderia mais ter filhos.

A semelhança nas lápides, poderia ser explicada pelo simples fato delas terem sido criadas por volta do mesmo tempo – possivelmente até pela mesma oficina – para marcar os túmulos já existentes. A cruz de Thomas o jovem, é mais detalhada, como seria o correto para o filho mais velho, mas as placas descritivas, são praticamente as mesmas.

Mas as perguntas permanecem. Por Thomas o jovem, foi sepultado em Penshurst ao invés de Hever, junto com seu irmão Henry e seu pai Thomas Bolena?

Especulam que a família Bolena, estivesse visitando Penshurst, enquanto Hever passava sob uma reforma, após Thomas tê-lo herdado em 1505 e talvez, seja por isto que Thomas o jovem, faleceu após o nascimento.

As pessoas muitas vezes, eram sepultadas no local onde morriam, mesmo se estivessem apenas de visita. Anne Astley, irmã de Elizabeth Bolena, morreu no parto durante uma visita à casa de sua irmã e foi enterrada em Blickling Hall. Elizabeth Bolena, está enterrada com sua família, em Lambeth, onde ela pode ter ido visitar no momento de sua morte.

Henry então, pode ter nascido após 1505, quando os Bolena, mudaram-se para o Castelo. A família marcou sua sepultura na capela Hever, depois de 1509, quando seu pai foi nomeado cavaleiro e possuía condições para fazê-lo. Décadas mais tarde, o túmulo de Sir Thomas Bolena foi colocado ao lado de seu filho bebê.

FONTES:
Under these restless skies: AQUI.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s