O Palácio Perdido de Henrique VIII


Imagem
Quando pensamos nos Palácios de Henrique VIII, o que nos vem à mente, são imagens de Hampton Court ou o Palácio de Eltham. No entanto, mais por um capricho da fé, uma pequena vila rural em West Kent, agora pode ser o local de um edifício, que séculos atrás, seria encarado como a jóia do design e arquitetura Tudor.

O edifício no qual refiro-me é o Palácio de Otford, embora em ruínas, foi em sua época, um dos principais centros do poder Real e eclesiástico e suas intrigas, na Inglaterra. O prédio foi testemunha de eventos-chave do turbulento período Tudor e é uma expressão física da rivalidade entre dois importantes homens da Corte de Henrique VIII. Os dois homens a quem refiro-me, eram o Arcebispo de Canterbury, ex-Lorde Chanceler da Inglaterra, William Warham e o Arcebispo Wolsey, braço direito de Henrique e Lorde Chanceler da Inglaterra.

William Warham.
William Warham.

O sítio onde encontra-se o Palácio, está na freguesia de Otford, Kent, ao lado do caminho de peregrinos, que segundo a tradição, era o caminho percorrido pelos peregrinos ao Santuário de Thomas Becket, em Canterbury. O edifício em si, é posicionado na boca do Vale do Rio Darent, apenas à 200 metros do rio. No entanto, o sítio que foi selecionado para o Palácio, tem causado perplexidade, uma vez que encontra-se em um local de baixa altitude, propenso à inundações.

O terreno total do Palácio, abrange um pouco mais de um hectare e agora, é uma combinação de conselho de propriedade e terras privadas. Enquanto o prédio está em ruínas, partes substanciais sobrevive, incluindo algumas estruturas, que atualmente, encontram-se em uso como residências privadas.

Pouco mais da metade da galeria norte, que cercava o pátio principal, que também inclui a torre noroeste; sobrevive a uma altura de mais de 11,5 metros, enquanto outra parte da galeria, encontra-se 3 metros mais alta.

Além da alvenaria principal, sobrevive também, a mais de 3 metros nos jardins da frente, casas do local, enquanto outros restos de construção, podem ser encontrados nos vários jardins em volta.

As origens do terreno atual, podem ser datadas do período saxão, mas a primeira evidência de um edifício construído no local, foi por Lanfranc, Arcebispo de Canterbury, avaliada em £ 60 no levantamento Doomsday, em 1086. Ao longo dos próximos 400 anos, a Mansão original aumentou de tamanho com o Arcebispo William Courtenay; no final do século XIV, o terreno foi então, remodelado, criando um impressionante edifício, incluindo um novo grande salão.

No entanto, 150 anos depois, o sucessor de Courtenay, William Warham, criou um edifício, que teria um profundo efeito sobre o projeto de construção Tudor e sua influência arquitetônica, pode ser vista hoje, em Hampton Court.

Em 1514, Warham decidiu redesenhar completamente Otford, tornando-se um edifício digno de um príncipe da igreja e transmitindo uma clara expressão de poder e status. Ele demoliu a maioria, se não todos os edifícios então existentes e substituiu-os, com o que hoje reconhecemos como o atual layout do Palácio de Otford. Os planos de construção ou conjunto de contas não sobreviveram, mas uma carta para Erasmus de Warham, mostram que apenas a capela e uma das paredes do grande salão, sobreviveram à construção. O custo deste desenvolvimento, deve ter sido enorme e fontes contemporâneas, acreditavam que o custo total, fosse de mais de £ 33.000.

Luingstone Castle.
Luingstone Castle.

O novo palácio, incorporou ideias e projetos importados do continente, o núcleo da Europa renascentista, e tornou-se um centro para o entretenimento de importantes convidados, ambos da igreja e estado.

No entanto, o edifício anterior, o Castelo vizinho de Luingstone, construído 17 anos antes, em 1497, tem características de design semelhantes ao Palácio Otford. Acredito, que Warham deve ter visto Luingstone, usado os artesãos locais e materiais, como parte da influencia em seu design. Isto, obviamente, levanta a questão, seria na realidade, este pequeno edifício, anteriormente construído, o percursor para o desenvolvimento dos moldes de construção Tudor, que resultaram na construção de Otford e Hampton Court?

Após a conclusão de sua construção, Otford tornou-se um centro de negócios, tanto da igreja como estado. Em 1518, o Núncio Apostólico, o cardeal Campeggio, passou dois dias lá para conversar com Warham, sobre o estado da Igreja Inglesa.

Em 1519, Henrique VIII estabeleceu-se lá, juntamente com sua Corte, e caçaram no grande Deer Park, que fora anexado ao Palácio. O Palácio deve ter encontrado a sua aprovação, porque no ano seguinte Henrique e Catarina de Aragão, juntamente com a Corte Real, ficaram lá, quando seguiram rumo à França, para a reunião entre Henrique e Francis (Rei da França), no que ficaria conhecido como o campo do Pano de Ouro. Esta deve ter sido uma ocasião magnífica, Henrique, juntamente com sua Corte acomodados, resultou em um número, que acreditava ter sido superior a 3000 pessoas.

Entre 1532 e 1533, a princesa Maria, a futura Rainha da Inglaterra, usou o Palácio como um refúgio da agitação política e religiosa, que engoliu a Inglaterra após o fim do casamento de Catarina e Henrique.

Henrique VIII e Cardeal  Wolsey.
Henrique VIII e Cardeal Wolsey.

Este também, foi um momento chave e ponto de virada na história do Palácio; já que os dois homens cujo a rivalidade, conduziram à criação de Otford e seu edifício contemporâneo Hampton Court, jaziam mortos.

Então, quem foi William Warham, um nome que a história parece ter esquecido e remetido para ao relento? Warham tornou-se arcebispo de Canterbury em 1503 e Lord Chanceler, em 1504. Ele começou sua carreira política, como diplomata de Henrique VII. Um dos feitos de Warham, foi em arranjar o casamento entre o filho de Henrique VII, Arthur, Príncipe de Gales, e Catarina de Aragão. Em 1509, o Arcebispo casou e então coroou, Henrique VIII e Catarina de Aragão, Rei e Rainha da Inglaterra. Em 1514, consagrou seu grande rival, Wolsey, Bispo de Lincoln.

Porém, ele encontrou a pressão política associada ao mais alto posto na Inglaterra, demasiada forte, e renunciou no ano seguinte, em 1515. No entanto, ele continuou como Arcebispo. Cardeal Wolsey viu agora em Warham, um líder político fundamental na Inglaterra Tudor e intensificou-se uma rivalidade que iria continuar até a morte de Wolsey. Ele não iria retirar-se totalmente do cenário político e seguiu juntamente com Henrique, para o Campo do Pano de Ouro em 1520, conforme anteriormente citado.

Quando olhamos para ambos os Palácios, e traçamos um paralelo arquitetônico entre eles, podemos ter um vislumbre da rivalidade e ouso dizer, desafeto entre estes dois homens.

Conforme dito anteriormente, a construção do Palácio de Otford, foi iniciada em 1514, enquanto Hampton Court, foi iniciada pouco depois, em 1515. Os edifícios têm uma série de características comuns, ambas as construções, foram erguidas acima de casas senhoriais (o terreno de Hampton, primeiramente foi do clero) e que compartilhavam características arquitectónicas comuns.

Em Hampton Court, o famoso portão principal, estava no lado oeste e dava acesso ao pátio principal, que era em forma retangular, e foi quase idêntico ao de Otford, embora o de Otford, fosse maior.

Grandes edifícios e galerias de alojamento, ladeavam ambos os principais pátios de Otford e Hampton Court.

Quando comparamos o projeto existente de Hampton Court com a recente pesquisa sobre o Palácio de Otford, podemos dizer, que ambos eram muito similares no projeto e características arquitetônicas. O único fato que claramente destaca-se, é que Otford era um edifício maior, e como foi construído anteriormente a Hampton Court, deve ser encarado, como um elemento-chave na arquitetura inglesa.

OtfordPalace3
Ruínas do Palácio de Otford.

Otford, foi projetado em tal escala de grandiosidade, que coloca-se lado a lado com qualquer um, mesmo os Palácios contemporâneos na Inglaterra. Com mais de 163m por 98m, cobre uma área maior do que o renascimento, mais tarde influenciaria no Palácio Nonch, ou a área com fosso do Palácio de Eltham.

Uma visão mais pessoal, sobre o papel desempenhado do edifício, no jogo de poder entre os dois homens, pode ser vista em uma carta. Na carta escrita por Warham a Wolsey, no inverno de 1522, ele diz a Wolsey, ser incapaz de viajar para vê-lo, devido a problemas de saúde. Warham também agradece por seu conselho, de que ele deveria viver em terreno alto e seco, ao invés de em Otford (que devido a altitude era deveras úmido) e adiciona um agradecimento a oferta de alojamento em Hampton Court. Eu suspeito que Wolsey, foi deliberadamente provocativo e claramente inferiu que sua construção foi muito superior a de Warhams.

Esta rivalidade, não continuaria por muito tempo. Wolsey morreu em 1530, após fracassar em resolver o problema matrimonial de Henrique. Dois anos depois, Warham morreu de velhice em sua cama; provavelmente com um alto grau de satisfação, por ter vivido para ver Wolsey, cair de sua graça Real.

No entanto, o verdadeiro vencedor desta guerra, foi Henrique, que assumiu Hampton Court em 1527 e Otford 10 anos mais tarde, em 1539. Ele cuidou de ambos os edifícios, investindo grandes quantias de dinheiro em sua conservação e manutenção, até sua morte em 1547.

hampton-court-front
Palácio de Hampton Court.

No entanto, o espírito de Wolsey, deve sentir-se vingado por seu edifício de Hampton Court. Seu nome foi preservado na história por sua associação com este magnífico edifício e seu personagem, imortalizado em filmes como “O homem que não vendeu sua alma” e a série televisiva, ”The Tudors”. Em contraste, Warham e o Palácio de Otford, tornaram-se apenas, mais uma nota de rodapé nos anais da história, esquecidos, exceto por moradores e especialistas na história Tudor.

O poderoso Palácio de Otford, agora está em ruínas, esquecido, ignorado e negligenciado, enquanto Hampton Court, tornou-se um Palácio Real em expansão de tamanho e agora, destaca-se, como uma das principais atrações turísticas da Inglaterra. Warhams e Otford, foram, para a inconstante sorte da história, esquecidos, no molhado, úmido e pantanoso terreno inglês. Ele poderia ter sido lembrado, se usurpasse Hampton Court e o lugar de Wolsey na história, mas não o fez.

FONTES:
Heritage Daily: AQUI.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s