A Aparência e Personalidade de Ana Bolena

Imagem
O debate sobre qual precisamente seria a aparência de Ana Bolena desencadeou-se por muitos anos, e provavelmente perdurará para sempre, pois nenhum retrato contemporâneo dela sobreviveu. A outra questão é que muitas das descrições contemporâneas de Ana foram escritas durante seu relacionamento com o rei e, portanto, como diz Eric Ives, são ”coloridas pela controvérsia em torno de seu relacionamento com ele “. Observadores hostis trataram de usar suas descrições para servir a um propósito político. A historiadora Antonia Fraser, chama de “propaganda venenosa” (Fraser, p. 122).

As citações aqui colocadas sobre a aparência de Ana, qualidades e comportamento, foram coletadas dos seguintes documentos: Eric Ives ”The Life and Death of Anne Boleyn”, Alison Weir ”The Six Wives of Henry VIII”, Antonia Fraser ”The Six Wives of Henry VIII” e Josephine Wilkinson ”The Early loves of  Anne Boleyn”.

fonte: google (não sabemos exatamente de onde, se soube, diga-nos por favor!)
Ilustração atual de caráter cômico, de Ana Bolena. O sexto dedo aparece na mão esquerda, embora registros citem a direita

A primeira descrição foi inclusa, não porque foi de fato um reflexo de como Ana parecia-se, mas por ser útil ver como Ana foi intencionalmente mal interpretada por alguns, por antipatia ou sua controversa relação com o Rei. Ela também mostra como essas visões extremas da aparência de Ana tornaram-se parte da cultura popular e foram realmente levadas a sério por alguns escritores. A mais extrema dessas descrições foi feita por Nicholas Sander, um ativista elizabetano. Segundo seu relato:

‘Ana Bolena era bastante alta de estatura, com cabelos negros e um rosto oval de tez amarelada, quase como se estivesse com icterícia. Ela tinha um dente saliente sob o lábio superior, e em sua mão direita, seis dedos. Havia uma grande verruga sob seu queixo, e portanto, para esconder sua feiúra, ela usava um vestido de gola alta cobrindo sua garganta. Ela foi então copiada pelas damas da corte, que passaram a usar também vestes de gola alta, tendo o hábito de deixar o pescoço e parte superior descobertos. Ela era bonita de se olhar, com uma bela boca.”

Além do fato dele contradizer-se em sua descrição, como alguém poderia ter acreditado que Ana Bolena realmente parecia-se com o monstro descrito por Sanders? Como ela poderia ter atraído os pretendentes que ela fez em sua vida, incluindo o rei da Inglaterra, se ela possuía um dente saliente, sexto dedo e uma grande verruga?

George Wyatt escreveu um relato no final do século XVI para contradizer a descrição de Ana feita por Nicholas Sander. Wyatt, afirma que:

”Foi encontrado de fato, ao lado de sua unha, acima de um de seus dedos, o que parecia o vestígio de um dedo, que era tão pequeno pelo relato daqueles que a tinham visto, que um homem pareceu descrevê-lo em uma ocasião, como bastante gracioso, assim como as pontas de seus dedos. Ele geralmente era muito bem escondido, sem haver qualquer problema nisto. Da mesma forma, foi dito ter em partes do seu corpo, certas pequenas verrugas de bom aspecto.”

Então, talvez, devido a ambos os relatos, é provável que Ana tenha tido uma pequena má formação em uma de suas mãos, e uma ou duas pintas mais proeminentes, mas nada que chegue perto da grande verruga descrita por Sanders.

O poeta francês, Lancelot de Carles chamou-a de ”bonita e com um semblante elegante.” (Ives)

Ele também disse que “Ela é tão graciosa que você nunca a teria visto como uma inglesa e sim como uma francesa por nascimento”. (Weir)

Brantome lembrou de Ana Bolena em seus últimos anos de vida, como ”A mais bela, fascinante e encantadora das damas francesas”. (Weir)

De acordo com Lancelot de Carles, sua característica mais atraente eram “seus olhos, que ela sabia muito bem como usar. Na verdade, tal era o seu poder, que muitos homens lhe deram sua fidelidade”. Ela usou seus olhos, pelo que ele nos diz, para convidar conversa, transmitir confiança e a promessa de uma paixão escondida . (Weir)

A informação do veneziano sobre ela, muito conhecida em Paris de 1528, era: ”Muito bonita”. (Ives)

John Barlow, um dos clérigos favoritos de Ana disse que ela era: ”Muito eloquente e piedosa, de razoavelmente boa aparência”. (Ives)

O diplomata veneziano Francesco Sanuto, descreveu Ana como:

“Não é uma das mulheres mais belas do mundo; de estatura mediana, pele morena, pescoço longo, boca larga, seios não muito levantados e olhos que são pretos e bonitos”. (Ives)

Simon Grynee, professor de grego em Basiléia, descreveu sua cor de pele como “bastante escura”. (Ives)

Thomas Wyatt deu-lhe o nome poético de ”Morena”. (Ives)

Ives também aponta que, quando Elizabeth nasceu notou-se o quão clara ela era e que obviamente havia puxado isso de seu pai, e não de sua mãe. Embora historiadores como Antonia Fraser, destaquem Elizabeth como ”de tez azeitona”.

Um servo de Wolsey recordou como Ana destacava-se entre as mulheres na Corte ”por sua graça e comportamento”(Ives)

Brantome, cortesão francês em suas memórias, fala sobre como Ana vestia-se com muito bom gosto e criava novos modelos que foram copiados por todas as elegantes damas da corte.(Weir)

Um escritor protestante da geração seguinte, contou como ”Embora em beleza ela fosse inferior a muitos, por comportamento, costumes, vestuário e língua, ela superava a todos, pois havia sido criada na França”. (Ives)

Ela foi a modelo e o espelho para todos que estavam na Corte, pois estava sempre bem vestida e todos os dias, fazia alguma mudança em suas vestes. (Ives)

Cavendish, em sua obra ”A Vida de Wolsey” , escreveu que ela tinha “muito bom humor” (Fraser).

Suposta verruga de Ana Bolena, retratada no filme de 1972 da BBC, Henry VIII and his six wives.
Suposta verruga de Ana Bolena, retratada no filme de 1972 da BBC, Henry VIII and his six wives.

Mesmo a partir de uma idade muito precoce, Ana impressionou aqueles com quem ela se encontrou. A Arquiduquesa Margaret escreveu para Thomas Bolena (pai de Ana) sobre a chegada de Ana à Corte:

“Recebi sua carta pela Bouton Esquire que apresentou sua filha a mim, ela é muito bem-vinda e estou confiante de ser capaz de lidar com ela de uma forma que lhe dará satisfação, de modo que em seu retorno, não precisaremos de nenhum intermediário para nós dois. Ana é tão agradável para sua tenra idade que estou mais em dívida com você por tê-la enviado, que você a mim.”

Alison Weir, em ”As seis esposas de Henrique VIII’‘, afirma que “Tanto Ana Bolena quanto Catarina de Aragão tinham cabelos tão longos que podiam sentar-se nele.”

Depois de examinar todos os retratos disponíveis de Ana, Ives conclui que ela tinha “Um rosto comprido e oval com altas maçãs do rosto”.

Ana tinha uma voz fina e experiência em dança. “Ela também foi musicista, tocava habilmente  alaúde, virginais e rabeca” (Wilkinson) . Ana falava e escrevia em francês e também falava Latim, embora até que ponto, seja discutível.

Portanto, podemos reunir a partir das evidências apresentadas que, Ana era magra, de pele morena, com rosto longo e ovalado e maçãs salientes. Possuía longos cabelos negros e expressivos olhos escuros, quase negros.

Parece altamente provável que, embora Ana não fosse bonita de uma maneira convencional do século XVI (loira, de pele e olhos claros), ela certamente foi mais charmosa, sexy, sofisticada, inteligente, elegante e esperta que muitas outras mulheres de seu tempo. Ana foi espirituosa, uma pensadora independente de seu período. Mas, como Antonia Fraser ressalta ela também tinha um outro lado mais impaciente, exibido em certas ocasiões, um temperamento explosivo e uma língua afiada (Fraser).

Ana Bolena despertou paixão, desejo e lealdade em alguns e ressentimento e hostilidade em outros. Continuará assim como em vida, a agradar a  muitos e desagradar a outros em anos vindouros…

FONTES:
ON THE TUDOR TRAIL: AQUI.

 

Suposto sexto dedo de Ana Bolena, retratado no filme de 1972 da BBC, Henry VIII and his six wives.
Suposto sexto dedo de Ana Bolena, retratado no filme de 1972 da BBC, Henry VIII and his six wives.
Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. tudorbrasil disse:

    Olá Gervásio, não existe nenhum erro. O autor do trecho no qual refere-se, foi Nicholas Sander, um ativista elizabetano.
    A imagem postada, foi de um filme da BBC, Henry VIII and his six wives, e foi apenas para ilustrar Ana com seis dedos, ela não condiz com a realidade, afinal, não podemos provar que ela de fato o tenha tido. O relato de Nicholas, foi inclusive um dos que fizeram muitos acreditarem que Ana possuía um sexto dedo, como um filme muito posterior, pode ter mais certeza que ele?
    É claro, que ele podia muito bem estar tentando denegrir a imagem de Ana (o que eu acredito).
    Apenas para constar, não existe nenhum retrato contemporâneo de Ana, muito menos um que mostre ela com um sexto dedo.
    Obrigada por comentar e volte sempre!=)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s