Cartas de amor de Henrique à Ana Bolena – Carta I

Imagem
Montagem retirada da página da revista VEJA.

– Esta carta foi escrita, algum tempo após Ana Bolena ter retirado-se para Hever após maio de 1527.

Imagemn turning over in my mind the contents of your last letters, I have put myself into great agony, not knowing how to interpret them, whether to my disadvantage, as you show in some places, or to my advantage, as I understand them in some others, beseeching you earnestly to let me know [Pg ii]expressly your whole mind as to the love between us two. It is absolutely necessary for me to obtain this answer, having been for above a whole year stricken with the dart of love, and not yet sure whether I shall fail of finding a place in your heart and affection, which last point has prevented me for some time past from calling you my mistress; because, if you only love me with an ordinary love, that name is not suitable for you, because it denotes a singular love, which is far from common. But if you please to do the office of a true loyal mistress and friend, and to give up yourself body and heart to me, who will be, and have been, your most loyal servant, (if your rigour does not forbid me) I promise you that not [Pg iii]only the name shall be given you, but also that I will take you for my only mistress, casting off all others besides you out of my thoughts and affections, and serve you only. I beseech you to give an entire answer to this my rude letter, that I may know on what and how far I may depend. And if it does not please you to answer me in writing, appoint some place where I may have it by word of mouth, and I will go thither with all my heart. No more, for fear of tiring you. Written by the hand of him who would willingly remain yours,

H. R.

Tradução:

O conteúdo de suas últimas cartas estão revirando minha mente, eu tenho me colocado em grande agonia sem saber como interpretá-las, quer na minha desvantagem, como você mostra em alguns pontos, ou em minha vantagem, como entendo em outros, rogo-lhe sinceramente que deixe-me saber expressamente sua opinião sobre o nosso amor.
É absolutamente necessário que eu obtenha esta resposta, tendo sido um ano e inteiro atingido com os dardos do amor, e ainda não tenho certeza se vai deixar que eu encontre um lugar em seu coração e afeição, que por um período impediu-me de chamá-la de minha amante; pois se apenas me amas com um amor comum, este nome não é adequado para você, pois denota um amor singular que está longe de ser comum. Mas por favor, se cumprir o oficio de uma fiel amante e amiga, entregando seu corpo e coração a mim, que fui e tenho sido seu mais leal servo (se seu rigor não me proíbe), eu prometo-lhe que não apenas o nome será dado a você, como também farei de ti minha única amante, rejeitando todas as outras, exceto você de meus pensamentos e afeições e servindo apenas você. Eu peço-lhe que me dê uma resposta completa para esta minha descortês carta, que me permita saber a que distância eu posso contar. E se isto não acontecer, por favor, responda-me por escrito, nomeando algum lugar onde eu possa tê-la, e irei para lá com todo o meu coração. Sem mais, por medo de cansá-la.
Escrito pela mão de quem está disposto a permanecer seu,
H. R.

Imagem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s