Maria Bolena


Nome:
Maria Bolena (Inglês: Mary Boleyn)

Nascimento: 1499/1508

Cônjuje: Sir William Carey; William Stafford

Morte: 19 de Julho de 1543

Filhos:  Catarina Knollys – Lady Knollys; Henrique Carey 1° Barão Hundson; Ana Stafford; Eduardo Stafford


Início da vida:

Maria Bolena, foi filha de Thomas Bolena e Elizabeth Howard. Ao casar-se com Elizabeth Howard em 1499, Thomas declarou que ela lhe trouxe uma criança a cada ano, acredita-se que Maria tenha sido a primeira, tendo nascido por volta de 1500 em Blickling Hall, residência da família na época. Thomas Bolena buscou dar uma boa educação para seus filhos. A norma para aquele tempo era que as meninas soubessem o básico, como leitura, escrita, música e costura, mas graças a Thomas Maria, assim como seus irmão, puderam dispor de um nível muito mais elevado de educação. Maria assim como sua irmã Ana, recebeu uma educação muito mais refinada do que de costume para as jovens damas de sua posição e status, que incluia os princípios básicos da aritmética, gramática, história, leitura, ortografia e escrita. Além da genealogia de sua família, Maria aprendeu dança, bordado, etiqueta, administração do lar, música, canto e jogos como cartas e xadrez. Ela também aprendeu tiro ao alvo, falcoaria, passeios a cavalo e caça. Maria permaneceu a maior parte de sua infância na Inglaterra, em Hever Castle, lar da família Bolena, até que em 1514, por volta de seus 15 anos, foi enviada para o exterior como dama de companhia da irmã de Henrique VIII, a princesa Maria, que estava indo à França para casar-se com o Rei Luís XII da França. Henrique VIII havia arranjado o casamento de sua irmã com o velho Rei Luís e Sir Thomas Bolena, um diplomata e favorito real, conseguiu garantir uma posição para sua filha na corte de Maria.

Poucos após o casamento com Rei Luis XII, Maria a Rainha da França fica viúva casa-se com seu amado Charles Brandon e retorna à Inglaterra. Não sabemos ao certo,  se Maria também regressou a Inglaterra neste período, ou se permaneceu na França. Josephine Wilkinson diz que não há nenhuma evidência para apoiar a idéia de que Maria permaneceu na França junto com sua irmã, como dama de companhia da Rainha Claude. No entanto, Maria, ao que parece, aproveitou bastante sua estadia na França.

Envolvimentos na França:
Tem sido suposto que Maria envolveu-se com Francis I durante sua estada na França. Ao decorrer deste tempo ela ganhou a reputação de “uma grande prostituta, infame acima de tudo”, embora exista pouca evidência para apoiar tal afirmação. Na verdade, há apenas três evidências que podem se referir as atividades sexuais de Maria na França. A primeira, é uma carta de Rodolfo Pio, bispo de Faenza em 10 de março de 1536 em que o bispo católico Francis afirma que disse a ela que Maria era uma grande e infame prostituta. As outras duas evidências, livros de Nicholas Sander e Rastall William, referem-se a Ana Bolena, e não sua irmã Maria como uma prostituta. Certamente isso não é o suficiente para provar a conduta de Maria, mas sem dúvidas prova que ela teve um affair com Francis I.

Aparência:
Infelizmente não existe nenhum retrato autenticado de Maria, embora saibamos, que ela foi considerada a mais bela das irmãs Bolena, dizem que ela puxou ao contrário de Ana, o lado Howard da família. Roland Hui, propõe que a miniatura de Horenbout que muitos acreditam ser de Ana Bolena, na realidade é de Maria. Tal afirmação pode fazer sentido, considerando que a pintura foi feita em 1525, época em que Maria teria 25 anos, casando perfeitamente com a mulher retratada na minuatura. Também podemos considerar que o primeiro marido de Maria, William Carey era patrono de Horenbout, sendo bem provável que ele tenha encomendado uma pintura de sua esposa. Se levarmos em conta a aparência da mulher na miniatura, podemos ver que ela também não possuía o ideal de beleza do período, claro, isso não a tornaria feia, apenas assim como sua irmã, fora dos padrões. Podemos ver uma mulher com a tez não tão clara, levemente rechonchuda de olhos castanhos e pela cor da sobrancelha, cabelos igualmente castanhos.

Casamento:
No dia 4 de fevereiro de1520, Maria se casa na Capela Real em Greenwich, com Sir William Carey. William era um belo homem que tornou-se cavalheiro da câmara privada, e também um parente distante de Henrique VII. O rei compareceu ao casamento e presenteou o casal com dinheiro. Logo após o casamento, em 1522, Maria tornou-se amante do Rei. Durante um evento de justa no mesmo ano, Henrique usou como lema ”ela partiu meu coração”. É provável que ele tenha se referido a Maria, nos dando uma data aproximada de quando o affair começou. O relacionamento continuouem segredo e provavelmente tornou-se público em 1525 quando Maria ficou grávida pela segunda vez. A primeira filha de Maria, uma menina chamada Catarina Carey nasceu em 1524 e seu segundo filho, um menino, em 1525. Há um grande debate sobre a paternidade dos filhos de Maria, pois seus nascimentos ocorreram durante seu affair com o rei. Há fortes argumentos negando a paternidade de Henrique, como por exemplo o fato de reconhecer seu filho com Bessy Blount, Henry Fitzroy (filho do rei), porque ele não faria o mesmo com os de Maria? Mas também existem fatos apoiando a parternidade do rei, como relatos da aparência do filho de Maria com o Henrique VIII. A verdade é que nunca saberemos ao certo, apenas com um exame de dna. Em 1533 foi comentado pelo embaixador espanhol, Eustace Chapuys que Maria havia engravidado novamente, pela falta de registros, o bebê morreu provavelmente durante a infância.

Viuvez e segundo casamento:
Após um surto da doença do suor, William Carey, marido de Maria, morreu em 22 de junho de 1528. Maria ficou sozinha com dois filhos e pouca ajuda financeira. Algum tempo durante 1533/1534, Maria deixou a corte e casou-se com um plebeu William Stafford. Ele foi um soldado na guarnição em Calais e depois um empregado do Rei. Ele possuía parentesco distante com Edward Stafford, terceiro Duque de Buckingham que foi executado por traição em 1521. Ao casar-se com Stafford, Maria Bolena causou um escândalo na corte e um conflito com sua família. Ela casou-se sem o consentimento de sua família, sem pedir permissão ao seu pai, ou a sua irmã, a Rainha da Inglaterra. Para piorar sua situação, o marido de Maria estava muito abaixo de sua escala social e ela naquele momento, estava grávida. Como castigo, Maria foi banida da corte.

Morte:
O que sabemos é que Maria morreu em julho de 1543 (entre dia 19 ou 30) com aproximadamente 43 anos de idade. Ela viveu sete anos a mais que seus irmãos. É provavel que tenha morrido em sua casa em Rochford Hall, mas não há registros objetivos para confirmar nem onde foi enterrada. Assim como sua irmã, a vida de Maria foi envolta a mistérios, foi uma mulher que viveu intensamente, que amou, sofreu, sorriu assim como nós, a rápida ascenção e queda dos Bolena, deixou marcas que perdurariam para sempre na história de sua família, talvez, seja por todos esses mistérios, que fazem de Maria uma figura única.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s