A educação das seis mulheres de Henrique VIII

Por serem de classe mais alta, as Rainhas Tudor como Ana Bolena, Catarina de Aragão e Catarina Parr teriam tido quando crianças uma educação muito mais refinada do que uma menina Tudor comum. Algumas delas não frequentavam escolas, pois seus pais podiam pagar-lhes tutores, que lhes ensinariam filosofia, música, caça, escrita, línguas estrangeiras, habilidades caseiras como costura e bordado, governar uma casa e como se portar perante seus senhores (maridos) adequadamente.Este artigo tem como finalidade demonstrar com maiores detalhes a educação e preparação de cada uma:

Catarina de Aragão: A educação de Catarina foi um tema de grande importância para sua mãe, a Rainha Isabel, que certificou se de que sua filha estudasse uma grande variedade de assuntos. Catarina era uma estudante dedicada, capaz de falar espanhol, francês, latim e mais tarde inglês. Estudou genealogia (estudo da história de sua família), a Bíblia e história. Trabalhou para desenvolver suas habilidades na dança, desenho, música e aprendeu a bordar e tecer. Passou por um processo de educação religiosa muito forte e desenvolveu uma fé que iria desempenhar um papel importante mais tarde em sua vida.

Ana Bolena:  Ana começou a ser educada nos Países Baixos na casa da arquiduquesa Margarida da Áustria que governava o país. Causou boa impressão na Holanda com seus costumes e  dedicação aos estudos. Na França concluiu seu estudo de francês e adquiriu um profundo conhecimento da cultura e etiqueta francesa. Também desenvolveu um interesse em moda e filosofia religiosa. Ana sabia ler e escrever, falava inglês e francês, sabia filosofia, teologia, caça, canto, dança, tocar instrumentos e tarefas domésticas como bordado e costura.

Jane Seymour: Jane não foi tão letrada quanto Ana Bolena, Catarina de Aragão ou Catarina Parr. Sabia ler e escrever seu próprio nome e nada mais. Mas era muito bem instruida em administração do lar e em bordado e costura. Haviam relatos de que seus trabalhos eram bonitos e elaborados. Também gostava de caçar.

Ana de Cleves: A educação de Ana de Cleves foi muito básica (pobre), não sendo bem instruída em literatura, música ou línguas estrangeiras. Era boa com costura e foi a mais mal preparada das esposas de Henrique VIII para a vida na corte inglesa. Sua falta de cultura e instrução tornou-se óbvia por sua crença de não ser mais virgem, devido ao fato do rei tê-la beijado  todas as noites antes de dormir. Não tinha conhecimento sobre o que era o ato sexual e quando uma de suas damas descreveu o que era, ficou chocada e disse que nunca havia estado com o Rei desta forma.

Catarina Howard: Foi bem educada como a maioria das damas do período. Sabia ler e escrever, o que é mais do que pode ser dito para outras damas de campania na corte Henrique VIII. Catarina no entanto nunca transcendeu os estreitos horizontes educacionais e intelectuais de sua classe e meio. Criada sob rigorosa e conservadora influência, tinha religião ortodoxa e era ingenuamente crédula. – (Lacey Baldwin Smith de uma tragédia Tudor. Agnes Tilney)-A partir de 1531 a madrasta de Catarina, foi encarregada de sua educação.

Catarina Parr: Foi considerada a esposa mais culta de Henrique VIII. Chegou a escrever livros, como Prayers or Meditations. Foi bem educada desde pequena, começando por sua mãe que a ensinou a ler e escrever. Também aprendeu línguas que incluíam o Latim, Grego e línguas modernas como o francês. Entre seus outros dotes estão teologia e filosofia, assim como atividades domésticas.
Catarina foi diretora da escola real da corte, onde quando pequena foi educada ao lado de sua irmã Ana e outras meninas mais nobres.

Em breve um Artigo sobre a Educação de meninos e meninas nos tempos Tudor.

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Maria da Graça do Canto de Azevedo disse:

    O site de vocês é magnífico para mim que gosto deveras de história é perfeito,muito meticuloso e de acordo com a verdade,isto é muito importante.Parabéns pelo trabalho exemplar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s