Mecha do cabelo de Catarina Parr, extraída de seu caixão em 1782

Imagem

Catarina foi enterrada no castelo de Sudeley, em Gloucestershire. A maioria dos edifícios do século XV e XVI, foram destruídos durante a guerra civil na década de 1640. Os túmulos de muitos indivíduos foram destruídos, incluindo o de Catarina Parr (que está enterrada em St Mary’s, dentro do recinto do castelo). O único vestígio que fez seu caixão ser encontrado foi uma placa de identificação de chumbo sobre ele. No século XVIII, um ligeiro desfalque foi feito no caixão e observadores curiosos olharam para ver o estado do corpo. Aparentemente, a condição dos restos era excelente e para não causar futuros maiores danos, o buraco foi fechado. No entanto, no final do século XVIII dois fazendeiros locais abriram o caixão e levaram vários pertences, incluindo um anel que Catarina estava usando. Segundo a lenda, a esposa de um dos agricultores enlouqueceu com o marido e obrigou-o a devolver o que tinha roubado (e o mito local conta que um dos homens morreu misteriosamente e o outro ficou louco).

Infelizmente, o dano causado com o caixão foi irrevogável e posteriormente os restos foram danificados. Vários itens que foram retirados do caixão ainda sobrevivem, incluindo um dos dentes, medalhões de cabelo e pedaços de material do vestido de Catarina.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s