Hever Castle: O lar de Ana Bolena (Parte: I)

Imagem

Hever Castle, é um importante Castelo histórico na paisagem inglesa, uma vez que este, foi o lar de uma das mais famosas Rainhas da Inglaterra, Ana Bolena. Hoje em dia, é o local onde muitos admiradores de Ana, vão procurando conhecer a fundo sua figura, sua história, seus passos, para conhecer melhor, onde esta enigmática figura viveu.

É improvável que Ana tenha nascido lá, pois na época de seu nascimento (data mais amplamente aceita: 1501), sua família residia em Blickling, uma casa que já não existe e que hoje da lugar à Blickling Hall. Hever Castle no entanto, foi sem dúvidas, seu lar enquanto cresceu e palco para muitos importantes momentos em sua vida, como para onde foi banida, quando Wolsey impediu seu casamento com Henry Percy, onde retirou-se quando fugiu da Corte Inglesa, onde recebeu as primeiras visitas do Rei, e também onde ganhou sua batalha contra a doença do suor maligno, que matou tantas pessoas. Hoje em dia, Hever é aberto para visitas, e tem muitas atrações interessantes à oferecer!

Descobrindo Hever, o que podemos ver:

Brasão de armas Bolena:  O brasão de arma da família, e encontra-se sobre a lareira na sala  de jantar.

Quarto de Ana Bolena: A localização provável de seu aposento, é no andar de cima; é provável que Ana e Maria, sua irmã, tenham dividido o local. Sua decoração data do século XV, ele possui um teto abobadado, um retrato de Ana com seu colar de ”B” e uma cabeceira que acreditavam ter sido dela, mas devido à estudos, foi datada por volta de 1600, nela existem as palavras: “Parte da cama de Ana Bolena em Hever- 1520”.

O fantasma de Ana Bolena:  O fantasma de Ana Bolena, assim como o de muitas personalidades do período Tudor, são muito famosos e frequentam muitos locais históricos. Os locais mais conhecidos, devido a relatos de suas aparições, são: Hever Castle (seu lar durante a infância), Blickling Hall (seu local de nascimento) e a Torre de Londres (Local de execução). De acordo com Hever Castle, o fantasma de Ana Bolena, detém o recorde de espírito mais avistado, tendo sido visto mais de 30.000 vezes em cerca de 120 localidades. Neste link AQUI, vocês podem ver, um interessante vídeo sobre o assunto.

Relógio: Existe uma réplica do relógio que Henrique VIII, deu como presente de casamento à Ana.

Tapeçaria: Existe uma tapeçaria, que mostra o casamento do Rei Luís XII da França e a Princesa Maria Tudor, irmã de Henrique VIII. É possível, que Ana, como esteve na França à serviço de Maria, como dama de companhia, esteja retratada nesta tapeçaria, mas não temos como ter certeza.

Suposto quarto de Henrique VIII: Como o nome sugere, é apenas uma suspeita. Ninguem sabe ao certo, se a grande sala em Hever, de fato, foi onde o monarca residiu em suas visitas. A hipótese surgiu, devido a decoração destoante e suntuosa do local. Na sala, seu teto de madeira data de 1462 e seus painéis de madeira de 1565. Podemos encontrar também, sobre a cama, um painel posterior ao período, com os entalhes das duas esposas de Henrique, que moraram no local, Ana Bolena, e sua quarta esposa, a alemã Ana de Cleves (embora não se saiba exatamente, por quanto tempo a segunda residiu em Hever).

Placa de casamento: Existe uma placa, com os brasões de armas das famílias Bolena/Howard. Em seus entalhes, podemos ver que o Rei e Sir Thomas Bolena, foram campeões de justas.

Retratos do período: O Castelo, conta com uma das maiores coleções de retratos Tudor, depois do National Portrait Gallery – David Starkey. Podemos encontrar, retratos de Ana Bolena, Maria Bolena, Henrique VII e VIII e muitos outros.

Livros de orações de Ana Bolena:  Livros de Horas ou livros de orações, eram o que o nome sugere, um livro que continha orações pessoais, e eram populares na Inglaterra do século XIII. Eles receberam este nome, durante a Reforma, devido suas orações de oito horas à Virgem Maria. O castelo possui em exposição, dois livros de Ana Bolena, o mais antigo deles, foi escrito à mão em papel vegetal de Bruges, e carrega a inscrição ”Le temps viendra – Je Anne Boleyn” (traduzido exatamente como foi escrito, é : “O tempo virá, eu, Ana Bolena”), e o outro, acreditam que foi o que Ana levou consigo para sua execução, ele contém a inscrição “Remember me when you do pray that hope doth lead from day to day – Anne Boleyn” (Lembre-se de mim quando rezar, para que a esperança o guie no dia a dia. Ana Bolena).

Continua…

FONTES:
On the Tudor Trail
Anne Boleyn Files
Ghost of Anne Boleyn Youtube

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s